Cosmética Natural

MAQUIAGEM NATURAL

I) Nossa pele e cabelos reconhecem e possuem afinidade para com substâncias naturais

A pele é o maior órgão de nosso corpo, estima-se que cerca de 60% do que colocamos sobre ela seja absorvido e levado para nossa corrente sanguínea. A natureza é cheia de elementos valiosos que estão em harmonia com a constituição da nossa pele. De fato, a epiderme é composta por vitaminas e sais minerais semelhantes à composição de ingredientes presentes em cosméticos orgânicos e/ou naturais. É por isso que a interação dinâmica entre os dois facilita a assimilação da substância: o corpo absorve ingredientes naturais em vez de tratá-los como produtos químicos estrangeiros passíveis de rejeição os quais, por vezes, resultam em reações alérgicas. Além disso, há o seguinte agravante: ingredientes sintéticos são muitas vezes criados para imitar o que é natural a um custo menor.

Uma vez que os produtos orgânicos são compostos por ingredientes naturais, sendo que boa parte deles é cultivada organicamente, eles não são tão propensos a causar efeitos colaterais negativos comumente associados aos cosméticos convencionais. Tais como:

 

  • Ressecamento excessivo e descamação da pele;
  • Agravamento de problemas respiratórios, sinusite e asma;
  • Reações alérgicas como erupções cutâneas;
  • Danos à pele, cabelo e olhos devido à exposição excessiva a produtos químicos;
  • Aumento do risco de câncer, problemas de fígado, e outros prejuízos no sistema imunológico;II) Ingredientes orgânicos têm propriedades superiores e podem ser mais eficazes

    Insumos advindos da agricultura orgânica são cultivados sem pesticidas e OGM (organismos geneticamente modificados). A principal vantagem proporcionada por este tipo de agricultura é deixar a natureza fazer sua seleção natural, permitindo que as plantas mais vigorosas sejam as sobreviventes. Isso resulta em cosméticos que são reforçadas pelos ingredientes ativos provenientes de forças da natureza.

    Um grupo de cientistas da Universidade de Newcastle constatou que frutas e legumes orgânicos têm 12% a mais de nutrientes – incluindo vitaminas essenciais, minerais e metabólitos secundários, tais como fitonutrientes, flavonóides e polifenóis – do que alimentos semelhantes convencionais. Logo podemos presumir que cosméticos naturais orgânicos são mais eficazes porque são derivados de fontes ricas em nutrientes e, portanto, trazem consigo toda essa carga visto que o processo de confecção de cosméticos orgânicos evita procedimentos e reações químicas cuja reação final possa interferir na integridade natural de seus componentes.

    Ademais, diferentemente dos cosméticos tradicionais, ao adquirirmos cosméticos orgânicos temos a certeza de estarmos colocando sobre nossa pele algo que não irá apenas maquiar temporariamente nossos problemas com substâncias sintéticas (o chamado “efeito cinderela”), mas efetivamente tratar principalmente se levarmos em consideração o uso contínuo e os fatores explicitados no tópico anterior

    III) Não sabemos os efeitos acumulativos de ingredientes cosméticos classificados como “seguros”

    Embora a ANVISA proteja os consumidores através da avaliação dos ingredientes dos produtos disponíveis no mercado, os seus efeitos cumulativos pode ser imprevisíveis. De fato, certos ingredientes sintéticos considerados “seguros” em pequenas doses são aplicados na composição de inúmeros produtos que utilizamos diariamente. Por isso, é legítimo questionar a segurança da dose utilizada. Como podemos ter certeza de que, para além de qualquer dúvida razoável, tais ingredientes sintéticos são é 100% seguros?

    cosmética natural está crescendo e tem cada vez mais peso entre as pessoas que usam produtos cosméticos para melhorar e cuidar da pele. Devido às mudanças climáticas, a sociedade está começando a ter consciência da importância de manter e preservar o meio ambiente, algo que podemos perceber tanto no aumento da reciclagem de resíduos como na hora de comprar tratamentos corporais e faciais.